A fábula do cão velho

Uma velha senhora foi para um safari em África e levou o seu velho rafeiro com ela. Um dia, caçando borboletas, o velho cão, de repente, deu-se conta que estava perdido.

Vagueando e procurando o caminho de volta, o velho cão percebeu que um jovem leopardo o vira e caminhava em sua direcção, com a firme intenção de conseguir um bom e farto almoço.

O velho cão pensou depressa (pois os velhos pensam depressa):

– Oh, oh! Estou mesmo enrascado!

Olhou à volta e viu ossos espalhados no chão muito próximo de si. Em vez de se apavorar mais ainda, o velho cão, ajeitou-se junto do osso mais próximo e começou a roê-lo, virando as costas ao predador, fingindo que não o tinha visto …

Quando o leopardo estava a ponto de dar o salto a fim de o abocanhar, o velho cão exclamou bem alto:

– Este leopardo estava delicioso! Será que há outros por aí?

Ouvindo isso, o jovem leopardo, com um terrível arrepio na espinha, suspendeu o seu ataque já quase começado, esgueirou-se na direcção das árvores e pensou:

– Caramba! Essa foi por pouco! O velho rafeiro quase me apanhava!…

Um macaco, numa árvore ali perto, viu a cena toda e logo imaginou como fazer bom uso do que vira. Em troca de protecção para si, informaria o predador que o cão não havia comido leopardo algum…

E assim foi, rápido, em direcção ao leopardo. Mas o velho cão viu-o a correr na direcção do predador em grande velocidade e pensou:

– Aí há marosca…

O macaco logo alcançou o felino, cochichou-lhe o acontecido e fez um acordo com o leopardo.

O jovem leopardo ficou furioso por ter sido enganado e disse:

– Ó macaco, sobe para as minhas costas para veres o que vai acontecer àquele cão abusador…

Agora, o velho cão via um leopardo furioso, vindo em sua direcção, com um macaco nas costas e pensou rápido novamente:

– E agora, o que é que eu faço?

Mas em vez de correr (pois sabia que as suas pernas cansadas não o levariam longe…) sentou-se, mais uma vez de costas para os agressores, fazendo de conta que não os via… Quando estavam suficientemente perto para ouvi-lo, o velho cão disse:

– Mas onde é que anda o sacana daquele macaco? Estou a morrer de fome!… Disse que me traria outro leopardo e até agora nada!…

Moral da história:

Não te metas com Cão Velho… Idade e habilidade sobrepõem-se à juventude e à intriga. A sabedoria só vem com a idade e a experiência.

Anúncios

Sobre Pedro G. Rodrigues

Professor no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa, doutorado em economia pela Universidade Nova de Lisboa. Email: pgr.economist@gmail.com
Esta entrada foi publicada em Miscelâneo. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s