Arquivos Mensais: Outubro 2011

O que falta no OE para 2012?

Quando me perguntam o que mais poderia estar no Orçamento do Estado para 2012, sugiro como leitura um documento que escrevi em finais de Junho deste ano. Anúncios

| Publicar um comentário

Ainda a reforma das pensões?

A Reforma das Pensões em Portugal: Uma Análise de Equilíbrio Geral Dinâmico, de Pedro G. Rodrigues e Alfredo Marvão Pereira é um livro da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento (FLAD) que data de Julho de 2007. Volvidos quatro anos, a pergunta … Continuar a ler

| Etiquetas , | Publicar um comentário

Debate do Orçamento do Estado no ISCSP

No próximo dia 27 de Outubro 2011, das 15h00 às 18h00, debate-se no Auditório (piso 2) do ISCSP-UTL o Orçamento de Estado para 2012.

| Publicar um comentário

Ainda querem emigrar para os EUA?

Vejam neste gráfico interactivo como nos EUA nos últimos 30 anos apenas os 10% mais ricos viram o seu rendimento aumentar, enquanto os restantes 90% viram-no cair. E isto num país com uma taxa de crescimento económico bem acima do … Continuar a ler

| Etiquetas | Publicar um comentário

Que futuro com baixos salários?

Quer por motivos de austeridade (ou brutalidade?) orçamental, quer para baixar os custos unitários do factor trabalho, recorre-se a uma redução dos salários. Neste post quero apenas relembrar dois pontos, o primeiro dos quais se resume à desmotivação óbvia que … Continuar a ler

| Etiquetas , | 1 Comentário

Ganhar competitividade trabalhando mais horas?

Obrigar os trabalhadores do sector privado a trabalhar mais 2,5 horas por semana vai aumentar a competitividade da nossa economia? É uma alternativa viável à descida da TSU? Como sabemos, a produção adicional (ou marginal) vai caindo à medida que … Continuar a ler

| Etiquetas | Publicar um comentário

Alhos com bugalhos

Temos ouvido nos últimos dias que a remuneração média no sector público é mais elevada que no sector privado. E, como tal, é justo que se suspendam os subsídios de férias e de Natal apenas aos funcionários públicos. Contudo, como … Continuar a ler

| Etiquetas , | 1 Comentário