Dias (pouco) úteis mas remunerados

Muito se tem falado em Portugal sobre feriados, pontes, férias e outros períodos de inactividade produtiva. O cliché entre círculos internacionais é que os Norte-Americanos e os Asiáticos são muito aplicados, enquanto os Europeus nem tanto. Aqui os Franceses e os PIGS têm má fama e muito do proveito, diga-se. Curioso, contudo, é que nunca referem que a produtividade em França é muito elevada.

Trago-vos este pequeno vídeo da revista The Economist, com dados da consultora Mercer, sobre o número total de dias de inactividade por ano.

É curiosa a referência ao Império Romano no final.

Sobre Pedro G. Rodrigues

Investigador integrado no Centro de Administração e Políticas Públicas (CAPP) e Professor Auxiliar do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, Universidade de Lisboa. Doutorado em economia pela Universidade Nova de Lisboa. Email: pedro.g.rodrigues@campus.ul.pt
Esta entrada foi publicada em Miscelâneo com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.