O mais desigual entre 16 países

Descobri recentemente o Chartbook of Economic Inequality, coligido por Tony Atkinson e Salvatore Morelli. E, com os dados que disponibilizam para o ano de 2008 (o ano mais recente para Portugal), fiz a seguinte figura que representa o nosso ranking em termos da desigualdade de salários. Sem grandes surpresas, somos os piores entre 16 países da OCDE.

Desigualdade

É curioso como (segundo este indicador) a desigualdade em Portugal é ainda mais pronunciada do que nos EUA. Obtém-se a mesma conclusão para outros anos – não há nada de especial com o ano de 2008.

Para além da importância social da desigualdade, será que interessa também ao crescimento económico? Pode ser. Imagine que é um estrangeiro que equaciona abrir uma empresa em Portugal (o que os economistas designam de investimento directo estrangeiro). Uma sociedade desigual não só é um sinal de possíveis conflitos no futuro (greves, manifestações e outras actividades que desviam recursos da produção), como também pode levar a um novo aumento de impostos no sentido de tornar o sistema fiscal mais progressivo na sua generalidade.

Por isso, apesar da nossa grande prioridade neste momento ser o crescimento económico, não devemos e não podemos ignorar estes alertas.

A melhor solução passa pela produtividade com reflexos em salários mais elevados e não em soluções que tentam dividir o bolo antes de este ir ao forno.

É caso para dizer, precisa-se crescimento económico em que TODOS saiam beneficiados.

Olhando para a evolução desta variável ao longo do tempo, é curioso registar que tem vindo a aumentar desde os anos 80, mas que desde 2000 estagnou, muito provavelmente porque a economia portuguesa deixou de crescer.

desig2

Sobre Pedro G. Rodrigues

Investigador integrado no Centro de Administração e Políticas Públicas (CAPP) e Professor Auxiliar do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, Universidade de Lisboa. Doutorado em economia pela Universidade Nova de Lisboa. Email: pedro.g.rodrigues@campus.ul.pt
Esta entrada foi publicada em Desigualdade. ligação permanente.

2 respostas a O mais desigual entre 16 países

  1. anabrav diz:

    Muito útil ara confirmar o que se tem noticiado. Concordo consigo, Pedro. Aumentos de produtividade devem ser refletidos em aumento de salários, inclusive do Salário Minimo. Porém, convém referir que, entre os de menores rendimentos em Portugal, a maioria são idosos com pensões mínimas…

  2. Pingback: A desigualdade no Reino Unido | 10envolver: examinar, explicar, fazer crescer

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.