O país que mais contribui para o bem comum é …

gci(Clique na figura para aceder ao site.)

Já há diversos índices que medem o desempenho economico-social de cada país. Mas agora surgiu um novo tipo de índice, o “Good Country Index” desenvolvido por Simon Anholt e Robert Govers, que pretende medir o contributo de cada país para o bem comum da humanidade. Assim, em vez de se focar no que cada governo faz pelos seus cidadãos, este índice alternativo tem uma visão mais global, levando em conta o contributo de cada país para a resolução de problemas à escala do planeta como sejam as alterações climáticas, a segurança, etc.

Usando dados coligidos para 125 países a partir de instituições internacionais como as Nações Unidas e ainda de ONGs como o Bill and Melinda Gates Fundation, o GCI conclui que o país que mais fez pela humanidade em 2010 foi … a Irlanda. A Alemanha surge na posição 13 e os EUA na posição 21. Portugal ocupa o lugar 35.

O nosso ponto forte reside na cultura, temos um desempenho médio em termos de ciência e tecnologia, planeta e clima, e ordem internacional, e o nosso ponto fraco é a prosperidade e a equidade.

Estes índices usam muitos dados de fontes muito diferentes e são sempre criticáveis (pelo facto de os pesos usados nos vários critérios serem sempre discutíveis), mas esta é uma iniciativa nova e interessante. Quanto a Portugal, é estranho verificar que, segundo estes dados Portugal regista um crescimento da sua população (algo positivo para a humanidade, aos olhos dos autores) mas exibe um mau resultado em relação à segurança e paz internacionais.

Terminando num tom pro-activo, para Portugal subir no ranking, seria necessário fazer o seguinte: aceitar mais alunos internacionais, registar mais patentes, exportar menos armas, melhorar a segurança na internet, aumentar o montante que dá para apoio humanitário e caridades, aceitar mais refugiados, aumentar a sua reserva de biocapacidade e finalmente contribuir com mais investimento directo no estrangeiro.

Advertisements

Sobre Pedro G. Rodrigues

Professor no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa, doutorado em economia pela Universidade Nova de Lisboa. Email: pgr.economist@gmail.com
Esta entrada foi publicada em Desenvolvimento sustentável. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s