60 dicas para a reganhar a sua liberdade (financeira)

goldfish jumping out of the water

Por cortesia do blog The Simple Dollar, trago-vos 60 dicas para reganharmos a nossa liberdade financeira:

#1 – Poupe, i.e. gaste sempre menos do que ganha.

#2 – Adopte o minimalismo. Mantenha tudo tão simples quanto possível.

#3 – Não hipoteque o seu futuro.

#4 – Constitua um fundo para emergências.

#5 – Pague primeiro as dívidas com as maiores taxas (TAEGs).

#6 – Poupe para a sua reforma.

#7 – Compre seguros de vida que beneficiem os seus dependentes.

#8 – Faça um orçamento familiar (para saber onde gasta o seu dinheiro, e para ter tectos para cada rubrica de despesa).

#9 – Passe todas as suas despesas a pente fino.

#10 – Calcule quanto ganha à hora.

#11 – Use o #10 como bitola para tudo o que pondera comprar.

#12 – Ignore as notícias do dia-a-dia do mundo financeiro.

#13 –  Ignore as projecções macroeconómicas.

#14 – Estabeleça metas e convença um amigo/a a mandar-lhe um SMS semanal para o/a recordar do que pretende atingir.

#15 – Alugue, a não ser que o custo total de ter habitação própria seja mais baixo.

#16 – Compre um automóvel apenas baseado na sua fiabilidade e eficiência energética.

#17 – Cumpra o limite de velocidade quando conduz na estrada.

#18 – Faça a calafetagem da sua casa para gastar menos.

#19 – Aposte no capital social – mantenha boas relações pessoais com os seus vizinhos.

#20 – Peça sempre um desconto. Sempre! Sem excepções!

#21 – Não é obrigado a poupar com vista à educação superior dos seus filhos. Mas se puder, faça-o!

#22 – Ensine os seus filhos os princípios basilares de boas finanças pessoais, e seja um exemplo vivo disso.

#23 – Não resgate o seu PPR. Não quebre o porquinho-mealheiro dos seus anos dourados.

#24 – Coloque o seu dinheiro em ETFs ou Fundos que acompanham índices de acções.

#25 – Não olhe a toda a hora para o desempenho da sua carteira de investimentos. Haverá volatilidade, mas com o tempo não se arrependerá.

#26 – Não invista em acções de uma só empresa ou grupo. Diversifique.

#27 – Não compre activos só do seu país. Diversifique internacionalmente.

#28 – Para compensar a volatilidade, compre algumas obrigações.

#29 – Subscreva a um PPR automaticamente, i.e. um onde a entrega sai automaticamente do salário.

#30 – Se o seu empregador disser que por cada euro que poupar para a sua reforma, ele acrescenta mais um, aproveite ao máximo.

#31 – Planeie as suas refeições para toda a semana no Domingo à noite.

#32 – Use os prospectos/publicidade dos hipermercados para fazer #31.

#33 – Nunca vá às compras sem uma lista de compras. Mais: nunca vá às compras com fome.

#34 – Ignore a publicidade.

#35 – Encontre um hobby sem um custo mensal recorrente.

#36 – Aproveite tudo que a sua comunidade oferece de borla.

#37 – Não se preocupe com o que os outros pensam de si.

#38 – Não olhe para como os outros gastam o seu dinheiro.

#39 – Invista numa boa relação.

#40 – Revisite uma vez por semana as suas metas em termos de objectivos pessoais, profissionais e para o resto da sua vida.

#41 – Não jogue na lotaria, Euromilhões, casinos ou outros jogos de azar.

#42 – Aproveite bem o seu tempo. Eduque-se. Faça voluntariado. Invista no seu bem-estar espiritual.

#43 – Pense em criar uma empresa (online, por que não?) na área que mais o/a apaixona.

#44 – Não veja demasiada televisão.

#45 – Quando estiver a ponderar comprar algo, pare durante 10 segundos e pense – preciso mesmo disto?

#46 – Para bens duráveis que custam mais do que tudo aquilo que compra no seu dia-a-dia, use #45 mas espere 30 dias para decidir.

#47 – Quando tiver uma compra a fazer, comece primeiro pelas lojas onde há descontos.

#48 – Não compre enlatados e outras comidas pré-preparadas. São convenientes mas custam mais.

#49 – Deixe de fumar, de beber álcool e de ter outros vícios. Reduza o seu consumo de açúcar – de preferência elimine-o da sua vida. Livre-se de tudo que o puxa para baixo!

#50 – Prepare as refeições para a semana ao fim de semana.

#51 – Substitua as suas lâmpadas convencionais por lâmpadas LED.

#52 – Saiba onde o preço dos bens alimentares que consome são mais baixos. Conheça bem as lojas da sua zona.

#53 – Se tem um problema com a sua casa, tente primeiro consertá-lo você mesmo.

#54 – Não descure a manutenção do seu automóvel.

#55 – Mantenha a pressão dos pneus do seu automóvel onde deviam estar. Poupará no combustível.

#56 – Se é membro de algo (clube, ginásio, ou é subscritor de revistas que raramente lê) e não o usa, elimine-o da sua vida. O seu orçamento agradece.

#57 – Não deite comida fora. As sobras podem e devem ser aproveitadas.

#58 – Se puder eliminar o seu automóvel, faça-o.

#59 – Partilhe com a sua cara metade os seus sonhos e os seus erros.

#60 – Lembre-se que, no fim, as relações e as experiências vivenciadas importam 100 vezes mais do que os bens materiais.

 

Se se lembrar de outra regra importante, deixe nos comentários.🙂

Sobre Pedro G. Rodrigues

Professor no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa, doutorado em economia pela Universidade Nova de Lisboa. Email: pgr.economist@gmail.com
Esta entrada foi publicada em Miscelâneo com as etiquetas . ligação permanente.

3 respostas a 60 dicas para a reganhar a sua liberdade (financeira)

  1. Recebi esta dica por email: Levantar $$$ no Multibanco em vez de usar cartões de débito ou crédito quando se vai à compras. Bem visto!

  2. 60 sugestões ?
    cortar para 30, uma por dia qb !

  3. E por que não duas por dia?🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s