Um artigo suiço sobre as pensões em Portugal

Markus Waechter / Keystone

Markus Waechter / Keystone

Saiu um artigo no jornal suíço de referência, o Neue Zürcher Zeitung, onde sou referido, que alerta para o facto do sistema público de pensões em Portugal não estar a salvo, apesar da reforma feita por volta de 2006 que introduziu o factor de sustentabilidade.

Como, na prática, a taxa de formação da pensão aumentou de 2% para um nível na vizinhança de 2,3% e passou de constante para progressiva, os beneficiários com as remunerações mais baixas terão cortes de pensões mais pequenos. Assim, apesar de se fazer a transição para a progressiva utilização de toda a carreira contributiva, o sistema ainda não é financeiramente sustentável.

Conclusão: ainda nos falta fazer uma reforma da Segurança Social que garanta uma pensão adequada a todos, dentro das possibilidades do País.

Sobre Pedro G. Rodrigues

Professor no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa, doutorado em economia pela Universidade Nova de Lisboa. Email: pgr.economist@gmail.com
Esta entrada foi publicada em Pensões. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s