Como acelerar a vacinação? Que tal usar o mercado?

É urgente vacinar o maior número possível de Portugueses, o mais depressa possível. Para que possamos regressar à normalidade, tanto em termos de saúde pública, como em termos de funcionamento da nossa economia.

Até agora, temos adotado soluções dirigistas para vacinar os Portugueses, com os atrasos no processo que todos conhecemos – a este ritmo só lá para 2024 estaremos todos imunizados.

Eu pergunto quem, em Portugal, tem a maior experiência em termos de logística? Não serão as cadeias de distribuição que alimentam as grandes superfícies? Eles chegam a qualquer ponto do país – continente e ilhas – e não nos falta nada, sempre a tempo e horas, seja champô ou bróculos. Não seria, então, possível, envolver a Sonae, o Jerónimo Martins e o Auchan para acelerar o processo de vacinação?

O Estado, por si só, não tem a experiência que estes três demonstram dia após dia …

Sobre Pedro G. Rodrigues

Investigador integrado no Centro de Administração e Políticas Públicas (CAPP) e Professor Auxiliar do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, Universidade de Lisboa. Doutorado em economia pela Universidade Nova de Lisboa. Email: pedro.g.rodrigues@campus.ul.pt
Esta entrada foi publicada em Miscelâneo. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.