Estudo da Gulbenkian – justiça intergeracional

Saiu há dias o estudo “Finanças Públicas: Uma Perspetiva Intergeracional”, patrocinado pela Fundação Calouste Gulbenkian e da autoria de Francesco Franco, Luís Teles Morais, Tiago Bernardino e João Tovar Jalles.

Vejam aqui para mais informação.

Num contexto de envelhecimento da população em Portugal, onde manter a sustentabilidade das finanças públicas é imperativo, este é um trabalho incontornável que deve ser lido por todos. O status quo é claramente insustentável, na definição de um economista – algo que não poderá continuar por tempo indefinido no futuro.

Espero que o debate que agora se (re)inicia sejá mais fundamentado em números (dados estatísticos e projeções sérias) e não apenas (mais) um combate ideológico.

Sobre Pedro G. Rodrigues

Investigador integrado no Centro de Administração e Políticas Públicas (CAPP) e Professor Auxiliar do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, Universidade de Lisboa. Doutorado em economia pela Universidade Nova de Lisboa. Email: pedro.g.rodrigues@campus.ul.pt
Esta entrada foi publicada em Miscelâneo. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.